Home / Ata Reunião Geral da Rede Social do Centro / Ata da Reunião Geral da Rede Social do Centro – 04.02 – Fevereiro

Ata da Reunião Geral da Rede Social do Centro – 04.02 – Fevereiro

Ata da Reunião Geral da Rede Social do Centro – 04.02

Local: Sede da Rede Social do Centro – Rua Martins Fontes 230

 

A reunião começou com uma apresentação pessoal dos presentes em seguida passamos a pauta do dia:

1) Rua Cidadã 25 de Março

– Foi apresentado o croqui do evento que segue em anexo;

– Fabiana trouxe esclarecimento sobre o corona vírus e posicionamento da secretaria da saúde.

– Pr. Daniel mencionou o problema do policiamento na Rua 25 de março. De 200 estão atuando apenas 18 policiais e a violência tem aumentado devido o esvaziamento da “operação delegada”. A Univinco alertou sobre a falta de segurança que estão sofrendo e o aumento sem controle das barracas de ambulantes. Pr.Daniel propôs um ofício em nome da Rede Social do Centro solicitando providências quanto a regularização da situação junto às autoridades;

– SP Invisível: Não precisam de tendas vão ficar móveis coletando histórias das pessoas ao longo do evento;

– SMPED: Espaço para Van e uma tenda;

– GAIA: 1 tenda do idoso- tratamento a pessoa idosa. Orientações sobre Alzheimer.

ENTIDADE CADEIRAS MESAS PONTO DE ENERGIA TENDA
Rede Social do Centro 6 3 NÃO 1
Teruya 20 6 SIM 2
Zelia 10 5 SIM 1
AEB 8 4 SIM 1
Mackenzie 24 12   3
CCV 4 2 NÃO 1
CRUZ VERMELHA 15 10 NÃO  
SMPED 4 1 SIM 1
SBB 8 4   2
MISSÕES CRISTAS 8 4 NÃO  
SEC. EST.SOCIAL 12 6 SIM 1
SEC. MUN. DES SOCIAL 12 6   2
ABPH 20 10 NÃO 2
VACINAÇÃO 10 5   2
ÔNIBUS ODONTOLÓGICO     SIM  
PAVS 4 4 NÃO  
ADM. PENIT 8 4   1
SEC. EST. DES. ECONÔMICO 20 10 SIM 2
INSS 6 3 SIM 1
ADV VOLUNTÁRIA 8 4   1
MACKENZIE DIREITO 10 5   1
SIND. COMERCIÁRIOS 6 4 NÃO 1
VISÃO MUNDIAL 4 2   1
TENDA DO IDOSO 10 5   1
TENDA DOS REFUGIADOS 04 02   1
         
         

 

2) Dia do Bem – Páscoa –Dia 11/04 será um mutirão de atendimentos na cracolândia. Não houve tempo para discutirmos o evento, vamos tratar dele na próxima reunião geral.

 Pesquisa Estudo sobre o Perfil dos Usuários da Cracolândia: Gleuda Apolinário, uma das realizadoras do estudo,  apresentou a pesquisa da UNIFESP liberado na data de ontem, sobre o perfil dos frequentadores da cracolândia. Realizado antes e pós operação de maio/2017. Identificou se ondas de perfil conforme as operações que acontecem na região.

O crime organizado está dominando os espaços públicos, se organizando mais do que a segurança pública. Cracolandia está sendo uma grande fonte de renda para o crime organizado.

2/3 São pessoas que estão ali por muito tempo e não respondem as estratégias de política pública. 1/3 São pessoas novas.

78% que estão hoje lá, não vieram de situação de rua, saíram das suas casas para lá, pela quebra de vínculos familiares. Vão para lá porque precisam se sentir protegidos. Pela comunidade e pelo crime organizado.

O crime do tráfico movimenta 9.700,00 milhões por ano.

Tem um público que tem escuta e quer sair, para atender esse 1/3 precisam continuar acontecendo as ações sociais.

O caminho para sair desse ciclo é a prevenção, através de:

– criação de política pública de prevenção,

– Fortalecer os vínculos familiares,

– Amparar essas pessoas no começo da dependência, estancar ali,

– inserção no mercado de trabalho,

A fonte de renda da cracolandia não é problema das maiores corrupções do governo, mas a sociedade que alimenta com a compra de produtos roubados, prostituição de transgêneros e vendas de recicláveis.

Cracolândia se constituiu em uma comunidade organizada. Três vezes por dia é lavada pela prefeitura. Este suporte público para eles maior do que muitos países. A solução no momento não é mais investimento nessa fase, mas sim na prevenção.

. Na sequência o Secretário Adjunto Municipal do Bem Estar Social, Marcelo Del Bosco, comentou um pouco a pesquisa e disse da importância do envolvimento da sociedade civil para a questão da cracolândia, e falou da conexão com a Rede Social do Centro para a construção de novas ações sociais em rede na cidade.

. Tenda de atendimento para Refugiados com faixa em inglês. ‘Support to Refugees’.

. Marcelo Schappo anunciou o 16/02 acontecerá um mutirão de plantio de árvores pela ONG KKL Brasil em frente aos Arcos do Bixiga, junto à Avenida 23 de Maio.

. Foi informado que a inauguração da sede da Rede ficou para o dia: 19/03 às 19hs.

Próxima Reunião Geral da Rede Social do Centro

Local: Sede da Rede – Rua Martins Fontes, 230 2º andar

Dia/Hora: 10 de Março, terça-feira às 10hs

 

Presentes:

Fabiana Pires – Sec.Muncipal de Saúde – Coordenadoria Centro

Rosangela Zahorcsak – GAIA / Maria Bonita

Carmen Ponce – Gaia

Izidia Lira de Moraes – Movimento pela Saúde

Ana Carolina Leite Pinto  – NA

Annabella Andrade – Comunidade Brasil

Ana Trigo – PUC -SP

Alves – Banda Alma Livre

Claudinéia Araujo – Cruz Vermelha

Vinicius Jorge R. Lima – SP Invisível

Mabel Yumi Bacci – Igreja Monte Sião

Adriano Luiz de Oliveira – AEB – Associação Evangélica Beneficente

Paulo Soares Cintra – AEB – Associação Evangélica Beneficente

Clarice M. D’Urso – Ação social de Advogados Voluntários

Jaqueline Vaz Rosa – Ação Social de Advogados Voluntários

Rogério – Narcóticos Anonimus

Débora Goldzveig – SMPED – Sec. Mun. Pessoa com Deficiência

Marcelo Shapo – KKL – Keren Kayemet Lelsrael – Brasil

J.Lauletta – Adoração Adoradores

José Neto – Rede Social Noroeste

Rafael Pinheiro – MTVidas

Rosiene Silvério – Câmara Municipal – Soninha Francine

Adailza Nascimento – SBB – Sociedade Bíblica do Brasil

Gleuda Apolinário – Prefeitura de São Paulo

Marcelo Del Bosco – SMADS

Daniel Checchio – Comunidade Evangélica do Bixiga

Imagens da Reunião:

 

About Rede Social do Centro

Check Also

Ata da Reunião Geral da Rede Social do Centro – 07.01

Reunião Geral da Rede Social do Centro – 07.01 Local: Sede da Rede Social do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp chat